Busca no Blog

Carregando...

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

A produção de mudas de imbuzeiro para repovoamento da caatinga


A foto

Nesta fotografia, podemos observar um viveiro com bastante mudas de imbuzeiro para o plantio na caatinga. A fotografia foi obtida no dia 23 de setembro de 2008, na Embrapa Semi-Árido em Petrolina, PE.

O fato

Em décadas recentes, para produção de mudas de imbuzeiro os agricultores tinham que vencer algumas dificuldades por causa de informações incorretas. Havia uma informação de que a semente do imbuzeiro era provida de uma dormência, a qual deveria ser eliminada mecanicamente ou com a utilização de alguns produtos como ácidos entre outros. Assim, poucos ou nenhum agricultor se ariscava a produzir mudas de imbuzeiro. Recentemente, após a realização de diversos trabalhos de pesquisa, obtivemos resultados que eliminaram estes mitos. Um dos resultados mais significativos foi o de que a semente do imbu necessitava de um período de aproximadamente 60 dias após a queda do fruto maduro para que a semente atingisse sua maturidade fisiológica. Outro resultado foi o de que as sementes coletadas em chiqueiros e apriscos apresentavam um percentual de germinação bem maior que as demais, em função da presença de nitrogênio obtido da urina e vezes dos animais. Neste caso específico, foi uma descoberta muito importante, visto que, os agricultores podem de forma simples fazer esta operação em suas propriedades, colocando as sementes em água de esterco por 24 horas antes do plantio.

Nenhum comentário: