Busca no Blog

Carregando...

domingo, 12 de julho de 2009

Os limites da utilização de água de cisterna no sertão nordestino


A foto


Nesta fotografia se pode ver mulheres lavando roupas com água de chuva coletada em uma cisterna na caatinga do Nordeste. A fotografia foi obtida na Comunidade de Atalho no município de Petrolina, PE, em 26 de outubro de 2006.

O fato

No Nordeste brasileiro, tradicionalmente as famílias que vivem na zona rural convivem com um período de seca que varia de 6 a 8 meses. Neste período, a utilização da água armazenada nas cisternas é um fator determinante para que não falte água, principalmente para o consumo na seca. Contudo, não é difícil encontra famílias que desperdiçam água de chuva com lavagem de roupas e outras atividades não prioritárias. Não queremos dizer que as famílias não necessitam, lavar suas roupas, más utilizar água de chuva é um descaso muito grande com um líquido tão precioso na região. Há alternativas para a lavagem de roupas, sempre é possível encontrar uma fonte de água que não é adequada para o consumo e pode ser utilizada para este fim. Para essas famílias, a cisterna sempre será abastecida pelos carros pipas e água não é problema. Por isso que elas dão pouco valor a água da chuva armazenada nas cisternas.

Nenhum comentário: