Busca no Blog

Carregando...

domingo, 11 de abril de 2010

As sementes do imbuzeiro danificadas pelo rato silvestre



A foto

Nesta fotografia podemos observar sementes de imbu danificadas pelo rato silvestre.  A fotografia foi obtida em 27 de agosto de 2002 na caatinga do município de Petrolina, PE.

O fato

Dentre as sementes da caatinga, a do imbuzeiro é uma das que apresenta o endocarpo mais duro. As sementes de imbu dispõem em seu endocarpo de um embrião que é responsável pela sua multiplicação, contudo este embrião é um dos alimentos preferidos pelos ratos silvestres da caatinga. Normalmente os ratos levam as sementes até o buraco do tronco e após a trituração da casca, consomem o embrião que é uma pequena amêndoa. Alguns ratos chegam a consumir o embrião de até 16 sementes por dia. Considerando que este consumo ocorre durante toda a entressafra, os danos são consideráveis para propagação desta espécie. Uma das formas de evitar este problema é fechar os buracos dos troncos do imbuzeiro.  

Nenhum comentário: