Busca no Blog

Carregando...

quinta-feira, 22 de julho de 2010

As sementes no oco do imbuzeiro







A foto

Nesta foto, podemos observar uma porção de sementes no oco de um tronco de imbuzeiro. A fotografia foi obtida na Estação Experimental da Caatinga na Embrapa Semi-Árido em Petrolina, PE em 15 de julho de 2002.



O fato

De modo geral, os imbuzeiros adultos apresentam partes do caule danificado que formam ocos. Nestes ocos geralmente são encontrados pequenos animais da caatinga, principalmente, ratos. Os ratos levam uma grande quantidade de sementes para dentro dos ocos e consomem seus embriões, danificando as sementes. As sementes de imbu dispõem em seu endocarpo de um embrião que é responsável pela sua multiplicação, contudo este embrião é um dos alimentos preferidos pelos ratos silvestres da caatinga. Normalmente os ratos levam as sementes até o buraco do tronco e após a trituração da casca, consomem o embrião que é uma pequena amêndoa. Alguns ratos chegam a consumir o embrião de até 16  a 22 sementes por dia. Considerando que este consumo ocorre durante toda a entressafra, os danos são consideráveis para propagação desta espécie. Uma das formas de evitar este problema é fechar os buracos dos troncos do imbuzeiro.  

Nenhum comentário: