Busca no Blog

Carregando...

domingo, 29 de agosto de 2010

A preservação da nossa caatinga




A foto


Nesta fotografia  podemos observar uma área de caatinga degradada.  A fotografia foi obtida no dia 11 de agosto de 2010 no município de Betânia do Piauí,  PI.

O fato


O desmatamento na caatinga nordestina é uma realidade que teve origem ainda no início da nossa colonização. Nossos primeiros ocupantes tinham como metas desmatar áreas da caatinga para formação de pastagens. Cada novo ocupante que aqui chegava procurava aumentar suas áreas de cultivo e seu rebanho de animais o que implicava no aumento do desmatamento. Estudos recentes demonstraram que o total de caatinga desmatada saltou de 43,38% para 45,39% num período de seis anos. A taxa anual média de desmatamento nos seis anos foi de 2.763 quilômetros quadrados. Levantamento do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) divulgado recentemente apontou que, entre 2002 e 2008, a caatinga teve 16.576 quilômetros quadrados desmatados, o que equivale a mais da metade da área do Estado de Alagoas. Na fotografia podemos ver uma grande área de caatinga desmatada no município de Betânia do Piauí. O desmatamento teve como objetivo principal a formação de pastagem para os animais. Observar-se ainda que, somente as áreas de serras estão sendo poupadas, todavia a degradação natural já mostra indícios nestas áreas. Outro detalhe é o pequeno barreiro que localizado no meio de uma área degradada vai sofre assoreamento rapidamente.

Nenhum comentário: