Busca no Blog

Carregando...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

A bomba Rosário no Sertão de Pernambuco




A foto


Nesta fotografia podemos observar um agricultor utilizando uma bomba rosário para colocar água em um reservatório.  A fotografia foi obtida no dia 10 de abril de 2008 na Comunidade de Caveira no município de Afrânio, PE.

O fato

No Sertão do Nordeste existem muitas alternativas utilizadas pelos agricultores para o bombeamento de água para os reservatórios. São diversos tipos de bombas que podem ser compradas ou confeccionadas pelos agricultores. Quando o reservatório é elevado, são utilizadas algumas bombas que podem colocar água em determinadas alturas com pouca perda. Entre estes tipos de bombas, destaca-se a bomba rosário pela sua facilidade de confecção. Neste tipo de bomba é utilizado um aro de bicicleta, corda e anéis de borracha. Por outro lado, há uma perda significativa de água neste sistema de bombeamento, tornando este tipo de bomba pouco eficiente. Embora muito utilizada em seu País de origem, Índia, a bomba rosário ainda é pouca utilizada no Sertão do Nordeste.

3 comentários:

Júnior Miranda disse...

Parabéns por divulgar essas peculiaridades do nosso Nordeste. Adicionei o link aos favoritos do meu blog.

Forte Abraço!

marco aurelio alves figueiredo disse...

oi tudo bem sou de Itapetinga na Bahia e gostaria de saber como é feito a parte do fundo que fica submerssa

Nilton de Brito Cavalcanti disse...

Prezado Marco Aurélio,

A corda com os anéis de borracha passam dentro do balde com a água e entram no cano levando a água para a parte superior. Na fotografia não dar para ser observado, más o cano deve ter 10 a 15 cm com pequenos furos para a água penetrar. Quando a corda é acionada, os anéis de borracha forçam a subida da água até a saída do cano. O princípio desta bomba é a passagem dos anéis de burracha no cano forçando a subida da água.
Marco, veja uma reportagem do globo rural que ensina como fazer essa bomba no site: http://revistagloborural.globo.com/GloboRural/0,6993,EEC1334168-4528-3,00.html ou http://www.ebah.com.br/content/ABAAAAPYEAE/sistemas-alternativos-irrigacao-agricultura-familiar