Busca no Blog

Carregando...

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

O imbuzeiro na medicina caseira no Sertão do Nordeste




A foto

Nesta fotografia podemos ver uma agricultora e sua neta retirando galhos de uma planta de imbuzeiro para chá. A fotografia foi obtida no dia 17 de julho de 2002 na Comunidade de Sítio Alto do Angico no município de Petrolina, PE.

O fato

Tradicionalmente, muitas plantas da caatinga são utilizadas pelos agricultores como medicinais. Em cada região do Sertão nordestino, sempre há uma receita que nos momentos difíceis ajudam os agricultores a amenizar as enfermidades. Embora poucas plantas tenham sua eficiência comprovada pela medicina tradicional, os chás e outros preparos têm sido usados intensivamente pelos agricultores. São diversas recomendações de plantas que curam diarréias, febre, reumatismo, dor de cabeça, gripe, tosse, contusões, etc. Quem ainda não tomou um pouco de mastruz com leite para curar alguma enfermidade, principalmente, as contusões e fraturas. Quem ainda não tomou um lambedor de manjericão com mel de abelha para facilitar a expectoração. Nada mais saudável do que um chá de capim santo e cidreira. São tantas recomendações que muitas vezes somos surpreendidos pela eficiência dessas receitas. Quem ainda não tomou um chá de erva doce, alecrim e cravo da índia para acabar com a labirintite. Na fotografia podemos ver uma agricultora e sua neta retirando galhos de uma planta de imbuzeiro para produção de chá. Segundo os agricultores a casca do imbuzeiro é utilizada como desinfetante, cicatrizante e anti-inflamatório. O broto é utilizado na forma de chá para problemas intestinais. O chá da folha madura é excelente para gripes, resfriados e bronquites.

Nenhum comentário: