Busca no Blog

Carregando...

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

A venda de frutos do imbuzeiro em feira livre





A foto

Nesta fotografia podemos observar a venda de frutos do imbuzeiro em uma feira livre. A fotografia foi obtida no dia 30 de janeiro de 2011 no município de Petrolina, PE.

O fato

       Na região semiárida do Nordeste, algumas plantas nativas como a carnaúba (Copernicia cerífera Mart), a oiticica (Pleuragina umbrosissima Arr. Cam.), o cajueiro (Ancardium occidentale L.), a maniçoba (Manihot glaziovii Muell. Arg.), o licuri (Syagrus coronata) e o imbuzeiro (Spondias tuberosa Arruda.), entre outras, são fontes de renda e de absorção de mão-de-obra para muitos pequenos agricultores que vivem em áreas de sequeiro, onde a atividade principal é o cultivo de lavouras tradicionais como o milho e o feijão. Entre as plantas xerófilas da caatinga, o imbuzeiro tem grande importância sócio-econômica para as populações rurais. Do imbuzeiro são aproveitados os frutos, as túberas ou xilopódios e as folhas. Os frutos são comercializados para consumo “in natura” ou transformados em doces, geléias, sucos, sorvetes, imbuzada. Dos xilopódios se obtém doce em massa, ração para os animais e picles em conserva. As folhas são consumidas verdes e maduras pelos animais, principalmente, os caprinos e ovinos. O imbuzeiro encontra-se distribuído em 17 regiões ecogeográficas do Nordeste. Seu extrativismo é praticado, principalmente nos estados do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia e Minas Gerais.  Em todos esses estados a comercialização de frutos do imbuzeiro nas feiras livres por vendedores ambulantes e agricultores, constitui-se numa fonte de recursos para a população de baixa renda.  Na fotografia se pode ver uma agricultora da comunidade de Riacho do Sobrado no município de Casa Nova, BA, vendendo os frutos do imbuzeiro na feira livre de Areia Branca em Petrolina, PE. Como se pode ver na foto, o imbu é comercializado por litro, ao custo de R$ 1,00 o litro. De modo geral os frutos comercializados desta forma encontram-se no estádio de maturação “de vez”, isto é, antes da maturação plena. Os agricultores desta comunidade começarão a vender os frutos do imbuzeiro no início de janeiro.

Nenhum comentário: