Busca no Blog

Carregando...

sábado, 18 de junho de 2011

Danos causados por insetos as sementes do imbuzeiro




A foto

Nesta fotografia, podemos observar sementes de imbuzeiro danificadas por insetos na caatinga. A fotografia foi obtida no dia 5 de setembro de 2006 na área de caatinga na Estação Experimental da Caatinga na Embrapa Semiárido em Petrolina, PE.

O fato

O imbuzeiro (Spondias tuberosa Arruda) é uma fruteira nativa do Nordeste, cujos frutos servem de alimento para as populações rurais, animais domésticos e silvestres.  Contudo, tem-se observado à ausência de plantas jovens em seu ambiente natural, cuja causa tem sido atribuída em sua maioria à dificuldade que as sementes do imbuzeiro apresentam para germinar, ao desmatamento desordenado e aos danos causados as plântulas que emergem pelos insetos, animais silvestres e, principalmente, pela irregularidade das chuvas na região. Esses fatores, entre outros, têm contribuído para a baixa densidade do imbuzeiro nas caatingas nordestinas. O imbuzeiro é uma das plantas da caatinga com frutos zoocóricos. Estas plantas apresentam uma série de características, como a presença de uma porção comestível envolvendo a semente e cores atrativas, que estimulam e facilita o seu consumo por animais e, conseqüentemente, a dispersão de suas sementes. A coloração atrativa dos frutos do imbuzeiro pode ser considerada como uma adaptação para o favorecimento da dispersão.  Diversos estudos sobre a densidade populacional do imbuzeiro relataram que são poucas plantas por hectare e que as plantas já apresentam idade avançada.  No entanto, através de observações realizadas nas áreas de ocorrência do imbuzeiro em diversos municípios da região semiárida, constatou-se que na maioria dos caroços de imbu encontrados no solo em baixo das plantas, a semente não germinou porque foram atacadas por insetos que destruíram seus embriões e quando germinaram não resistiram ao período de estiagem que ocorre na região.

Nenhum comentário: