Busca no Blog

Carregando...

quarta-feira, 15 de junho de 2011

A perda de água de chuva pelo escoamento superficial




A foto

Nesta fotografia podemos observar as perdas de água no sistema de captação de água de chuva, denominado de Guimarães Duque. A fotografia foi obtida no dia 10 de abril de 2011 no Campo Experimental da Caatinga na Embrapa Semiárido no município de Petrolina, PE.


O fato


Na região semiárida do Nordeste o escoamento superficial é um dos fatores que mais preocupa os estudiosos da água, visto que, este fenômeno é responsável pela perda da maior parte da água de chuva na região. Assim, diversos estudos tem sido no sentido de reduzir o máximo possível dessas perdas aumentado a oferta de água para consumo e a produção das lavouras. Entre as alternativas existentes para o aproveitamento da água de chuva o método conhecido como “Guimarães Duque”, embora seja um dos que retém muita água no solo, ainda produz escoamento superficial significativo. Na confecção deste sistema é utilizado um arado com dois discos para formação dos camalhões e sulcos em curva de nível.  Na ocorrência de chuvas de baixa precipitação, os camalhões produzem um escoamento maior,  conseqüentemente retendo mais água nos sulcos, contudo, em chuvas de grande volume, muita água é perdida por escoamento, como podemos ver na foto obtida no dia 10 de abril de 2011 após uma chuva de 61 mm que produziu um escoamento total de 2.292,27 litros de água na área de 10 metros de comprimento por 5 m, de  largura, totalizando 50 m. Considerando que o volume precipitado foi de 3.050 litros e o escoamento de 2.292,27 litros, apenas 757,73 litros infiltraram.

Nenhum comentário: