Busca no Blog

Carregando...

domingo, 7 de agosto de 2011

O gavião-pega-pinto ou gavião-caboclo (Buteogallus meridionalis) da caatinga



A foto

Nesta fotografia podemos observar um gavião-pega-pinto ou gavião cabloco consumindo uma caça. A fotografia foi obtida no dia 24 de maio de 2011 na Comunidade de Atalho no município de Petrolina, PE.

O fato

Entre as aves de rapina que existem no Nordeste, uma das mais belas é o gavião-pega-pinto ou gavião-caboclo (Buteogallus meridionalis). Esta ave tem porte médio com seus adultos alcançando até 60 cm de comprimento. Quando adultos sua plumagem é caracterizada pela tonalidade ferrugem com asas de tonalidades avermelhadas e penas escuras.  Este gavião é conhecido por vários nomes em diferentes regiões do Nordeste, tais como; gavião casaca-de-couro, gavião-fumaça, gavião-telha, entre outros. É um animal de hábito solitário com domínio exclusivo de seu território. O nome pega pinto foi obtido em função de que essa ave fica a espreita nos terreiros das residências rurais, esperando que as galinhas com pintos afastem-se dos filhotes para que eles ataquem. Quando eles descobrem os ninhos das galinhas, consomem alguns ovos. Embora o gavião caboclo alimente-se principalmente de pequenos vertebrados da caatinga como ratos, preás, pequenos lagartos, pequenas cobras, pássaros pequenos e filhotes de outras aves, há relatos do ataque deste gavião aos filhotes recém-nascidos de caprinos. Em uma comunidade de Petrolina, PE, os agricultores relataram que o gavião-pega-pinto estava pegando frangotes de galinhas, contudo, em função do peso das galinhas, o gavião não conseguia levantar vôo alto e os agricultores muitas vezes recapturaram os animais. A área de caça do gavião caboclo são os campos abertos. Na caatinga fechada esta ave não consegue captura suas presas.

Nenhum comentário: