Busca no Blog

Carregando...

domingo, 4 de setembro de 2011

Irrigação de salvação com água de chuva acumulada em barreiros




A foto

Nesta fotografia podemos observar agricultores irrigando uma plantação de feijão com água de chuva acumulada em um barreiro de irrigação de salvação. A fotografia foi obtida no dia 29 de março de 2003 na Comunidade de Alto do Angico no município de Petrolina, PE.

O fato

Na região semi-árida do Nordeste as chuvas muitas vezes ocorrem em períodos muitos curtos e faltam quando as culturas mais necessitam de umidade no solo. O barreiro de irrigação de salvação é uma alternativa que pode ser utilizada pelos agricultores para armazenar a água da chuva e utilizá-la nos meses de estiagem que ocorrem na região ou para obtenção de um segundo cultivo em anos de muita chuva. Essa alternativa pode contribuir para que os agricultores obtenham sucesso em seus cultivos, visto que, em alguns anos, os agricultores plantam nas primeiras chuvas e quando as culturas estão nas fases de floração e formação de espigas ou vagens, as chuvas não caem e há uma perda total dos cultivos. Na comunidade de Alto do Angico em 2003 choveu um total de 432,8 mm, sendo: 58,4 mm no mês de janeiro; 49,4 mm no mês de fevereiro; 69,4 mm no mês de março; 102,3 mm no mês de abril; 106,7 mm no mês de maio; 10,5 mm no mês de junho; 18,4 mm no mês de novembro e 17,7 mm no mês de dezembro. Nos meses de junho, agosto, setembro e outubro não houve qualquer precipitação na comunidade. Como os agricultores fizeram o plantio com as chuvas que caíram no final de 2002, tiveram que realizar algumas irrigações de salvação no mês de março com água acumulada no barreiro para garantir a produção do feijão de corda.   

Nenhum comentário: