Busca no Blog

Carregando...

terça-feira, 1 de novembro de 2011

O grande xilopódio do mamãozinho-de-veado ou mamão do mato




A foto
 
Nesta fotografia podemos observar uma grande túbera ou xilopódio do mamãozinho-de-veado. A foto foi obtida no dia 18 de junho de 2003 na caatinga do município de Petrolina, PE.

O fato
 
Na região semiárida do Nordeste brasileiro, quando há período de longas estiagens, os pequenos agricultores, principalmente aqueles das áreas de sequeiro que tem sua principal atividade econômica baseada na criação extensiva de caprinos e ovinos, enfrentam uma situação de extrema dificuldade para alimentar seus animais, visto que, com a seca na caatinga, há pouca ou nenhuma oferta de alimentos para os animais. Todavia, algumas plantas nativas da caatinga, entre estas, a macambira (Bromelia laciniosa Mart ex Schult.), o mandacaru (Cereus jamacaru P. DC.), a maniçoba (Manihot pseudoglaziovii Pax. et K. Hoffman) e o mamãozinho-de-veado (Jacaratia corumbensis O. kuntze), entre outras, são capazes de desenvolver-se no período de seca e servirem de suporte para sustentação dos animais. O mamãozinho-de-veado ou mamão bravo (Jacaratia corumbensis O. kuntze) é um arbusto que ocorre na região semi-árida do Nordeste. Seu  fruto é consumido pelos animais silvestres e o xilopódio ou túbera é utilizado para a alimentação dos animais na seca e na fabricação de doce caseiro pelos pequenos agricultores. Entretanto, esta espécie é pouco estudada quanto as suas potencialidades, principalmente quanto à adaptação às irregularidades climáticas da região. Estudos da fenologia reprodutiva do mamãozinho-de-veado constataram que os primeiros botões florais ocorrem entre junho a julho com início da frutificação de setembro a outubro. A produção média de frutos foi de 116,77 frutos por planta. Havendo plantas que produziram até 684 frutos na safra. A planta adulta do mamãozinho-de-veado pode atingir até 4 metros de altura e o xilopódios pode alcançar até 642 kg. Na época de estiagem os agricultores retiram a túbera para fabricação de doces ou para alimentação dos animais.

Nenhum comentário: