Busca no Blog

Carregando...

sábado, 3 de março de 2012

Os barreiros do Sertão iniciaram o mês de março sem água

As fotos

Nestas fotografias, podemos observar barreiros sem água na caatinga no mês de  março. As fotografia foram obtidas no município de Petrolina, PE.





Os fatos

As chuvas no Sertão de Pernambuco no início do ano de 2012 não têm sido muito promissoras. Não choveu quase nada ainda. Em anos normais neste período os agricultores já estavam colhendo as primeiras vagens de feijão que normalmente é plantado com as chuvas de novembro e dezembro. O acompanhamento do ciclo anual de chuvas no semiárido nordestino em um período de 29 anos tem mostrado que os meses de janeiro, fevereiro, março e abril são os mais chuvosos. No Sertão de Pernambuco a média anual de precipitação é de aproximadamente, 524 mm, distribuídos nesses meses mais chuvosos. Contudo, se já iniciamos março e até o momento a precipitação acumulada foi de apenas 84,5 mm, sendo 14,2 mm no dia 10 de fevereiro, 5,0 mm no dia 11, 8,5 mm no dia 12 e 56,5 mm no dia 19 deste mês. Em janeiro não foi registrada nenhuma precipitação na comunidade de Alto do Angico. O plantio de feijão que foi realizado com as chuvas de dezembro de 2011 não resistiu às altas temperaturas de janeiro. Em fevereiro foi novamente plantado, o milho, o feijão e a abóbora, contudo com o sol que tivemos nos últimos dias de fevereiro, nada resistiu à seca. Assas condições não são exclusivas do Sertão de Pernambuco, há notícias de que no Piauí, Ceará e outros estados do Nordeste, os agricultores vêm enfrentado situação semelhante.

Nenhum comentário: