Busca no Blog

Carregando...

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

A floração da jurema preta na caatinga


As fotos

Nestas fotografias podemos observar plantas de jurema com flores e abelhas nativas nas flores da jurema preta.  As fotografias foram obtidas no município de Petrolina, PE.





Os fatos

A jurema preta (Mimosa hostilis, Mart.) é uma planta de grande ocorrência na caatinga nordestina. É uma planta pioneira, isto é, tem crescimento rápido, se desenvolvem bem a céu aberto com ciclo de vida variando de 6 a 17 anos. Na caatinga densa, a jurema não cresce muito e apresenta baixa densidade. Nas áreas de caatinga desmatadas para o cultivo de lavouras ou pastagens e abandonadas pelos agricultores, a jurema é a primeira que se destaca. Essa planta tem a capacidade de desenvolver-se em áreas onde os solos foram degradados e erodidos. A jurema-preta tem capacidade de crescer e contribuir para regeneração de áreas severamente degradadas da caatinga criando condições para o desenvolvimento de outras plantas. A queda das folhas cobre o solo com uma camada que se decompõe formando húmus.  Assim, o solo apresenta condições para o surgimento de outras plantas. Esta espécie também é muito importante para a alimentação das abelhas durante muitos meses de seca na caatinga com sua intensa floração logo após as primeiras chuvas. Logo após as primeiras chuvas no sertão nordestino, a paisagem de cor cinza escura que caracteriza a caatinga seca, dar lugar ao espetáculo de cores e formas com o surgimento da floração da jurema. Essas flores são fontes de alimentos para muitos tipos de abelhas nativas e pássaros da caatinga. A floração observada nas fotos resultou de uma chuva de 2,5 mm que ocorreu no dia 24 de agosto de 2012 na caatinga de Petrolina, PE. 

Nenhum comentário: