Busca no Blog

Carregando...

domingo, 2 de setembro de 2012

A floração do embiruçu na caatinga


As fotos

Nestas fotografias podemos ver uma bela planta de embiruçu com ninhos de pássaros e uma com o tronco cortado. As fotografias foram obtidas na área de caatinga de Petrolina, PE.





Os fatos

Entre as plantas decíduas da caatinga uma que se destaca é o embiruçu (Pseudodombax simplicifolium). O embiruçu é uma árvore com porte significativo com altura entre 6 a 12 metros. Uma das principais características desta espécie é a rugosidade de sua casca.  O embiruçu pode ser encontrado do Piauí ao Norte de Minas Gerais. Em todas essas regiões os agricultores retiram a casca da planta para fins medicinais. Essa prática tem levado a extinção de árvores centenárias em toda a região de ocorrência. A floração do embiruçu  ocorre entre os meses de agosto a setembro com a frutificação de outubro a dezembro. As flores do embiruçu são predominantemente brancas.  Quando da floração a planta não dispõe de folhas. A polinização das flores é realizada, especialmente pelos morcegos. Quando da queda da inflorescência do embiruçu, as animais da caatinga, principalmente o veado catingueiro vão até as plantas e são presas fáceis para os caçadores. Segundo Sobrinho (http://uefs.academia.edu, 2006), há relatos de que a paina rufescentes das sementes do embiruçu apresenta propriedades anti-hídrica (refração à umidade, resistência à imersão) e anti-condutora de calor, que as torna economicamente interessantes para a indústria já que são apropriadas para o enchimento de almofadas, colchões, travesseiros, agasalhos, estofados e, sobretudo, confecção de coletes salva-vidas, devido à sua resistência à ação da água do mar. Além disso, apresenta a propriedade de abafar sons, podendo ser utilizada, sob a forma de feltro leve, para revestir paredes onde se pretenda evitar a transmissão de sons para outros ambientes.

Nenhum comentário: