Busca no Blog

Carregando...

domingo, 11 de novembro de 2012

O corte da imburana-de-cambão na caatinga

As fotos

Nestas fotografias podemos observar agricultores cortando uma imburana para retirada de mel de abelha e morrões feito de imburanas. As fotografias foram obtidas na caatinga do município de Petrolina, PE.







Os fatos

Uma das plantas da caatinga de grande destaque é a imburana-de-cambão (Commiphora leptophloeos). Essa planta tem como característica marcante uma madeira mole e leve que é utilizada intensamente pelos agricultores na produção de estacas, cochos para alimentação dos animais e diversos utensílios no artesanato. A floração e frutificação da imburana que ocorre de setembro a dezembro é uma fonte de alimento muito importante para pássaros e abelhas da caatinga. Em função das características da madeira da imburana, normalmente as plantas apresentam orifícios em seus troncos que facilitam o alojamento de abelhas e animais. Todavia, muitos agricultores realizam o corte dessas plantas para retirada do mel das abelhas, principalmente da Apis mellifera  (Italiana) e destroem as plantas. Outros agricultores  realizam o corte da imburana para formação de estacas e morrões para confecção de cercas nas propriedades. Em muitas comunidades a imburana é utilizada com fins terapêuticos onde a casca e as sementes são usadas para tratamento de muitas enfermidades. Embora a imburana seja protegida por lei, essa planta tem sido severamente ameaçada de extinção em toda região semiárida do Nordeste. 



Um comentário:

Anônimo disse...

POR QUE NAO FAZER UM PROGRAMA DE CONSCIENTIZAÇAO DE CONSERVAÇAO OU DE REFLORESTAMENTO DE ARVORES DA CAATINGA.