Busca no Blog

Carregando...

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

O leite de cabra no Sertão


As fotos

Nestas fotografias podemos ver um rebanho de caprinos em um aprisco, na caatinga e a ordenha de uma cabra na caatinga. As fotografias foram obtidas no município de Petrolina, PE.





Os fatos

No Sertão do Nordeste a criação de caprinos é uma das principais atividades dos pequenos agricultores. De modo geral, cada família tem um pequeno rebanho para garantir sua renda durante todo o ano. Além da venda para consumo da carne, os agricultores vende a pele dos caprinos e utilizam o leite para consumo e produção de queijos. A região semiárida do Nordeste detém 94% do rebanho de 13 milhões de cabeças de caprinos do Brasil. Sendo do estado da Bahia o maior rebanho. Embora esse rebanho já apresente um percentual significativo de animais com melhoramento genético, a maior parte dos rebanhos é constituída por animais SRD (Sem Raça Definida) onde se percebe a predominância de sistemas de criação caracterizados por baixos  índices zootécnicos. O destino da maior parte do rebanho nordestino é o abate para consumo da carne, contudo, em algumas comunidades a produção de leite é uma atividade geradora de renda, principalmente com a produção de queijos artesanais. Uma das vantagens comparativas do leite de cabra da caatinga é a vegetação consumida pelos animais.  Assim, mesmo no momento de seca que ocorre na região semiárida do Nordeste, algumas famílias ainda conseguem obter leite de cabra.

Um comentário:

S.O.S. RIO PIANCÓ disse...

ADOREI SEU BLOG AMIGO, AGORA TENHO O LINK DELA NO NOSSO, CONFIRA DIGITANDO NO GOOGLE: SOSRIOPIANCO.BLOGSPOT.COM.BR - ABRAÇOS, JOSÉ FILHO DE PIANCÓ NA PARAÍBA.