Busca no Blog

Carregando...

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

A floração do imbuzeiro na caatinga de Pernambuco


As fotos

Nestas fotografias podemos observar uma área de caatinga com a vegetação seca e inflorescências do imbuzeiro e a formação de pequenos frutos. As fotografias foram obtidas na caatinga do município de Petrolina, PE.






O fato

A fenologia reprodutiva do imbuzeiro (Spondias tuberosa Arruda) ocorre na região semi-árida do Nordeste, no período de julho a dezembro, período, normalmente de seca. Esse processo ocorre porque o imbuzeiro perde as folhas logo após o inverno, para diminuir a transpiração, e entra em estado de dormência vegetativa no começo do verão por um período de até 43 dias. No entanto, com as modificações que ocorrem no clima nesse período, na temperatura e no grau higrométrico do ar, o imbuzeiro inicia sua brotação, floração e frutificação. Embora as chuvas que ocorreram no Sertão do Nordeste no ano de 2012 e até o momento de 2013 não tenham sido significativas para floração e frutificação de muitas plantas da caatinga, uma delas parece não sofre conseqüências da seca é o imbuzeiro. Até o dia 7 de agosto de 2013 choveu um total de 160,2 mm na região do Sertão do São Francisco. Contudo os xilopódios do imbuzeiro estão cheios de reservas nutritivas o que garante a sobrevivência da planta e sua floração e frutificação. Esse início da floração do imbuzeiro antecede as primeiras trovoadas no Sertão que normalmente ocorrem nos meses de outubro e novembro. Os frutos que fecundarem nesta época poderá ser colhido já no início de dezembro. A floração do imbuzeiro tem grande importância para fauna e flora da região semiárida, visto que, suas flores e frutos são fontes de alimentos para muitos animais da caatinga, principalmente para os pássaros e abelhas nativas.

Nenhum comentário: