Busca no Blog

Carregando...

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

A volta das chuvas em algumas áreas do Sertão de Pernambuco

As fotos

Nestas fotografias podemos observar um barreiro com bastante água acumulada das chuvas dos dias 25 e 28 de novembro de 2013 e áreas alagadas, como também, as pequenas plantas de milho e feijão proveniente do plantio na comunidade do Assentamento do Pontal.





Os fatos



Embora a seca continue no Sertão de Pernambuco, a ocorrência de algumas chuvas no final do mês de novembro, trouxe alento para muitos agricultores que já estavam as mais de 300 dias sem chuvas. No município de Lagoa Grande (PE) foram registrados 153 mm em duas chuvas nos dias 25 e 28 de novembro. Essas chuvas contribuiu para um grande acúmulo de  água nos pequenos açudes e barreiros da região, como também o surgimento da brotação em toda a caatinga, contribuindo assim, para melhoria na alimentação dos animais. Em algumas comunidades do município os agricultores realizam o plantio de milho e feijão. A germinação foi muito boa, todavia, as altas temperaturas dos dias que se seguiram têm causado a morte de parte das plantas germinadas. Se não chover nos próximos 5 dias o milho não resistira, porém o feijão ainda suporta alguns dias. Tecnicamente, o plantio de milho e feijão nas primeiras chuvas não é recomendado, todavia, para os pequenos agricultores do Sertão, choveu o plantio é realizado, mesmo que corra o risco de perda total.  

Nenhum comentário: