Busca no Blog

Carregando...

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Água para os animais silvestres da caatinga

As fotos

Nestas fotografias podemos observar alguns animais da caatinga no período diurno e noturno bebendo água em um reservatório. As fotografias foram obtidas por uma máquina automática em uma área de caatinga do município de Petrolina, PE.








Os fatos

A seca que vem assolando a região semiárida do Nordeste nos últimos anos tem causado danos severos para os habitantes da região e, também para os animais da caatinga que encontram dificuldade para alimentar-se.  Muitos animais, principalmente os pequenos mamíferos e alguns pássaros que não encontram mais água para beber na caatinga, cada vez mais arriscam em áreas habitadas em busca de alimentos e água, quando são vítimas de caçadores e dos veículos nas rodovias. A falta de chuvas fez secar as lagoas e os bandos de patos selvagens, já não aparecem mais no interior da caatinga. Com temperaturas que ultrapassaram a marca dos 40°C, qualquer fonte de água é um alívio para mamíferos e pássaros. Para realização de um estudo sobre chuvas na caatinga, colocamos um tanque para captação da água que chegasse ao solo e para nossa surpresa, alguns animais e pássaros começaram a beber a água. Assim, deixamos esse tanque para que os animais tivessem uma alternativa, enquanto as chuvas não voltarem à região e com uma máquina fotográfica automática estamos obtendo algumas imagens interessantes sobre a vida desses animais. A noite um dos animais da caatinga  que sempre aparece é o guará, conhecido também por mão-lisa, guaxinim (Procyon cancrivorus). Outro é o gato do mato (Leopardus tigrinus) e as corujas buraqueiras. No período diurno, a predominância é dos pássaros.  

2 comentários:

Anônimo disse...

Que lindo trabalho. Amo a caatinga
Adoro ver fotos da região. Bom trabalho.

Anônimo disse...

maravilhoso registro, importante trabalho