Busca no Blog

Carregando...

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

A seca e os hábitos dos animais silvestres da caatinga

As fotos

Nestas fotografias podemos observar alguns caititus na caatinga a noite. Devido as altas temperaturas que tem ocorrido na região e a falta de chuvas, caminha no período diurno na caatinga não é uma boa opção para os animais silvestres.







Os fatos


A seca que vem ocorrendo no Sertão do nordestino tem afetado severamente a vida de muitos animais silvestres. A falta de água para consumo e de alimentos são alguns dos problemas enfrentado pelos animais. Na fotografia podemos ver os caititus caminhando na caatinga a noite para fugir das altas temperaturas diurnas que chegam próximo aos 40 graus. Até o momento tivemos no município de Petrolina, PE, um total de 212,4 mm de chuvas. Valor muito abaixo da média histórica que é de 525 mm.  No mês de janeiro choveu 14,9 mm. No mês de fevereiro foram registrados 54,2 mm. No mês de março ocorreu uma precipitação de 37,6 mm. No mês de abril foram 73,5 mm de chuvas. No mês de maio, foi registrado um total de 4,7 mm. No mês de junho choveu 0,7 mm e no mês de julho 17,9 mm. No mês de agosto choveu apenas 3,5 mm e em setembro um total de 1,0 mm. Até hoje, 29 de outubro de 2014 choveu um total de 4,4 mm. Com a chegada de novembro, o sertanejo espera a ocorrência das trovoadas, marca característica deste período, o que pode mudar o cenário da fauna e flora da caatinga, consequentemente a vida dos animais silvestres com a formação de pastagens, frutificação de plantas nativas e água para consumo.

Nenhum comentário: