Busca no Blog

Carregando...

sábado, 20 de fevereiro de 2016

A reprodução da juriti na caatinga

As fotos

Nestas fotografias podemos observar a juriti no ninho. As fotografias foram obtidas na caatinga do município de Petrolina, PE.









Os fatos


No Sertão do Nordeste, o canto da juriti é um dos sons marcante da caatinga. A juriti com sua plumagem marrom-claro vivem constantemente no solo, quando pessoas ou animais se aproximam, elas voam e logo voltam ao solo. No solo as juritis alimentam-se basicamente de sementes. A reprodução das juritis no Sertão do Nordeste ocorre nos meses de janeiro a abril, período de ocorrência de chuvas, quando a vegetação está muito verde. A juriti é preguiçosa na formação do ninho, isto é, ela junta poucos galhos no solo, leva para cima de uma arvore e forma o ninho. Essa forma de reprodução é muito vulnerável, principalmente pelo ataque das aves predadoras como o cancão. Embora se diga que a juriti seja uma ave solitária, muitas juritis são vistas no solo quando há comida e nos locais para beber água. Em cada três ninhos de juriti, dois são danificados pelos pássaros predadores, o que pode está reduzindo sua população na caatinga do Nordeste.

Nenhum comentário: