Busca no Blog

segunda-feira, 24 de abril de 2017

A reprodução do cancão na caatinga



As fotos

Nestas fotografias podemos observar alguns aspectos da reprodução do cancão na caatinga. As fotografias foram obtidas no município de Petrolina, PE.













Os fatos

O cancão com suas cores pretas e brancas é uma das mais belas aves da caatinga. Seu canto é forte e marcante. É um pássaro muito curioso e quando percebe qualquer coisa estranha começa a cantar, para chamar a atenção dos outros animais. Normalmente o cancão anda em bando de 3 pássaros. Parece que o grupo é o que nasce em cada ninhada. Para fazer o ninho, o cancão recolhe pequenos gravetos no chão da caatinga e levar para uma árvore onde faz o ninho, de preferência, jurema, umburana e imbuzeiro. O ninho frequentemente é abandonado. Normalmente são encontrados 3 a 4 ninhos onde eles não realizaram a postura porque alguma coisa assustou os pássaros. O período de postura ocorre geralmente de janeiro a março, contudo em anos de seca, a reprodução pode estende-se até o mês de abril e maio Normalmente, põe três ovos que geram filhotes aproximadamente aos 20 a 28 dias. Quando os filhotes nascem, há uma intensa disputa por alimento e muitas vezes sobrevivem apenas dois, embora os filhotes sejam alimentados por todos os membros do grupo. O filhote nasce com uma membrana sobre os olhos que cai nos primeiros 5 a 7 dias. Como o ninho é muito pequeno e raso, muitas vezes não acolhe devidamente os filhotes quando crescem. Um fato muito curioso é que o cancão retira ou consome todos os excrementos dos filhotes. Não são encontrados restos de fezes ou de alimentos na proximidade do ninho do cancão. Talvez essa prática seja para não despertar os predadores. O cancão alimenta-se de quase tudo que encontra na caatinga, más da preferência a ovos de outros pássaros e larvas de insetos encontradas em ocos e em baixo das folhas que caem ao chão. Na caatinga, este pássaro é o principal consumidor dos frutos das cactáceas, tais como, mandacaru, xiquexique, facheiro e do imbuzeiro e da umburana. No imbuzeiro o cancão consome muitas sementes.

Nenhum comentário: