Busca no Blog

Carregando...

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

As gangarras da caatinga



As fotos

Nestas fotografias podemos observar algumas gangarras na caatinga. As fotografias foram obtidas na caatinga de Petrolina, PE.











Os fatos

Na região da caatinga o período de seca é marcado pela revoada de pássaros de diversos tipos em busca de alimentos.  Entre estes, temos o barulho insuportável das revoadas dos periquitos verdes ou gangarras. As gangarras ou periquito-da-caatinga (Aratinga cactorum) são da ordem dos Psittaciformes e família Psittacidae. Essas aves são encontradas em toda região da caatinga nordestina. Os alimentos preferidos das gangarras são os frutos das plantas da caatinga, com destaque para os pequenos frutos do imbuzeiro no início da frutificação que ocorre no início da estação seca. Quando um bando de gangarras ataca um imbuzeiro no início da floração, provocam uma perda significativa da frutificação, pois elas consomem e derrubam os frutos nos primeiros dias de crescimento. Atualmente as gangarras têm causado severos danos em áreas com plantio de sorgo. Elas derrubam e consomem praticamente todos os grãos. Em muitas comunidades os agricultores atiram nos bandos de periquitos na tentativa de salvar parte da safra de sorgo. Nas fotografias podemos ver as gangarras em busca de sementes de maniçoba caídas ao chão.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

A beleza do gambá da caatinga

As fotos

Nestas fotografias podemos observar algumas cenas do gambá na caatinga. As fotografias foram obtidas no município de Petrolina, PE.


























Os fatos

O gambá é um dos marsupiais mais conhecidos da caatinga. Na região existe um ditado que, quando alguém apresenta um cheiro forte é chamado de gambá. Até na musica popular o gambá foi cantado por Luiz Gonzaga na canção “ mané gambá”. Embora seja de hábitos noturno, se visto no período diurno apresenta uma pelagem muito bonita com cores marcantes em branco e preto. Uma das características marcante do gambá é o cheiro forte que ele emite. Na caatinga sua presença é percebida pelo cheiro. Quando ele está em busca de alimentos ou em fase de reprodução. Se houver qualquer ameaça, o gambá emite logo seu cheiro para avasta os predadores, porém, os cachorros tem uma forte atração pelo cheiro e sempre abatem os gambás. Embora seu cheiro seja muito forte, ainda é possível encontrarmos agricultores que capturam os gambá para consumir sua carne.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

A raposa da caatinga

As fotos

Nestas fotografias podemos observar as raposas na caatinga. As fotografias foram obtidas no município de Petrolina, PE.

















Os fatos

A raposa (Dusicyon thous) é um pequeno mamífero da caatinga que alimenta-se basicamente de pequenos animais, frutos e insetos. No Nordeste brasileiro, a seca que assola a região semiárida no período de agosto a janeiro, não afeta só a população rural, más também os animais silvestres. Entre estes animais, encontramos as raposas, que buscam alimentos fugindo da seca, principalmente nas rodovias onde são atropeladas a noite na busca de alimentos. No período de seca, facilmente vemos as raposas nas estradas e veredas. Outro momento para avistamento, é quando ocorre chuvas diurnas nos meses de outubro a novembro. Após as chuvas, as raposas saem de suas tocas em busca de alimentos. O melhor local para observação noturna das raposas é embaixo da copa dos imbuzeiros na época da safra, elas consomem avidamente os frutos do imbuzeiro.Há relatos de que os agricultores colocam cachaça para as raposas beberem quando estão atacando os galinheiros, bebadas, elas são presas fácies para os cachorros.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

A beleza da acauã na caatinga

As fotos

Nestas fotografias podemos observar um gavião acauã na bebida. As fotografias foram obtidas no município de Petrolina, PE.


























Os fatos

No Nordeste brasileiro, as tradições são fatos predominantes nas populações da zona rural. Entre essas tradições, uma se destaca que é o canto da acauã. Muitos dizem que seu canto é um agouro e alguma pessoa vai sofre algum mau ou morrer se ouvir o cantar da acauã. Contudo, isso não passa de crendices, visto que, morte, acidentes e outros males sempre ocorre aqui no Nordeste e em qualquer lugar, independente do cantar de qualquer pássaro. O gavião acauã é uma ave de rapina da família dos falcões, que tem como característica principal, alimentar-se de cobras e pequenos répteis da caatinga. Sua plumagem amarela pálida, branca e marrom com preto em volta dos olhos, torna este gavião um dos mais belos da caatinga.