Busca no Blog

Carregando...

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

A produção de frutos do imbuzeiro no Sertão do Nordeste




A foto

Nesta fotografia podemos observar uma grande quantidade de frutos do imbuzeiro produzidos por uma planta. A fotografia foi obtida no dia 26 de janeiro de 2011 na caatinga do município de Petrolina, PE.

O fato

Na região semiárida do Nordeste brasileiro a agricultura convive com uma série de adversidades, tendo na escassez dos recursos hídricos, sua principal restrição. Por outro lado, fator de natureza, física, biológica e socioeconômica tem contribuído para que a produção agrícola não atinja os objetivos desejados. Todavia, algumas plantas nativas da região semi-árida, de modo especial, o imbuzeiro ou umbuzeiro (Spondias tuberosa Arruda) adaptando-se as intempéries climáticas que assolam a região e apresenta  boa produção,  possibilitando  o extrativismo do seu fruto pelos pequenos agricultores, constituindo-se como fonte complementar de sua renda e muitas vezes, como a única fonte de renda para algumas famílias rurais. O imbuzeiro constitui-se uma fonte de renda para muitas famílias que, na época da safra, promovem a colheita dos frutos e os vendem para consumo “in natura” ou em forma de doces. Um estudo realizado no período de janeiro a março de 2009 nos municípios de Jaguarari - BA, Petrolina - PE e Paulistana - PI, quando da ocorrência da safra do imbuzeiro na região para determinação da quantidade de frutos produzidos por uma planta de imbuzeiro, demonstrou que a quantidade média de frutos variou de 15.131 a 19.297 frutos por planta, com um peso médio dos frutos variando de 433,94 a 557,89 kg em cada planta. No município de Jaguarari a maior produção foi de 33.327 frutos  com peso médio de 16,74 g e totalizaram 557,89 kg. No município de Petrolina a maior produção foi de 22.751 frutos,  com peso médio de 17,731g que totalizaram 393,82 kg.No município de Paulistana a maior produção foi de 28.629 frutos com peso médio de 16,25 g que totalizaram 465,22 kg.


Nenhum comentário: