Busca no Blog

Carregando...

domingo, 8 de janeiro de 2012

As cisternas tradicionais do Nordeste brasileiro




A foto

Nesta fotografia podemos ver uma cisterna tradicional. A fotografia foi obtida no dia 7 de maio de 2003 na Comunidade de Volta do Riacho no município de Petrolina, PE.

O fato

Atualmente há uma infinidade de cisternas que vem sendo utilizadas no Sertão do Nordeste. Há diversos tipos e formas, cada uma com suas vantagens e desvantagens. Temos cisternas de argamassa de tijolo e cimento, de plástico, de tela de alambrado, de fibra, de placas, de lona, etc. Contudo, independente da forma e do tipo da cisterna, o que realmente interessa é o armazenamento de água com segurança. Há relatos de cisternas na história há mais de 3 mil anos em diferentes regiões do mundo, principalmente na região da antiga Palestina, Mesopotâmia e na Caldéia. São encontrados registros de cisternas na antiga Roma e os exércitos romanos sempre construíam cisternas nas regiões que dominavam. No Nordeste brasileiro, as primeiras cisternas foram construídas pelos colonizadores e eram construídas preferencialmente de argamassa de cimento com tijolos batidos na forma quadrangular. Hoje, ainda é possível encontrar muitas cisternas deste tipo no interior do Sertão e nas residências de pequenas cidades do interior onde a falta de água é uma constante.

Nenhum comentário: