Busca no Blog

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

A busca de água pelos animais silvestres da caatinga na seca


As fotos

Nestas fotografias podemos observar alguns animais silvestres da caatinga em busca de água para beber. As fotografias foram obtidas no município de Petrolina, PE.
















Os fatos


A seca que vem se prolongando na região semiárida do Nordeste começou a perde força com as primeiras ocorrências de chuvas na região esta semana. Há registros de bastante chuvas em áreas da Bahia, Piauí e Pernambuco. Segundo, a APAC (Agência Pernambucana de Águas e Clima), choveu 66 mm no município de Ouricuri no dia 14 de novembro. Essa chuva se espalhou por todo o Sertão de Pernambuco. Se houver mais chuvas, o cenário pode mudar, visto que, este ano está sendo considerado um dos piores para as áreas do Sertão, a onde as precipitações não chegaram a 140 mm, até o momento. No município de Petrolina, PE choveu até hoje, 14 de novembro de 2017, um total de 138,2 mm. Considerando-se que a média histórica dos últimos 35 anos é de 506 mm, podemos dizer que as chuvas foram muito abaixo da média.  Se considerarmos as informações pluviométricas do município de Petrolina desde 1912, esse pode ser o pior ano da nossa história. No mês de janeiro não foi registrada nenhuma precipitação. De 1982 até 2016, somente nos meses de janeiro de 2006 e 2012 não houve chuvas. A média histórica para janeiro é de 90,3 mm. No mês de fevereiro foi registrada uma precipitação de 35,5 mm. Esse volume é praticamente a metade da média histórica que é de 77,6 mm para fevereiro. No mês de março, considerado o mês que mais chove na região, ocorreu uma precipitação de 18 mm. A média histórica de março é de 115,4 mm, esse foi um dos meses de março que menos choveu na região nos últimos 35 anos.  Assim, a situação nos outros meses não foi muito diferente. Em abril choveu 11,5 mm. No mês de maio choveu um pouco mais com 28,8 mm. Já nos meses de junho e julho as chuvas foram de 15,0 e 3,8 mm, respectivamente. Em agosto e setembro, tivemos 1,3  e 7,9 mm.  Já no mês de outubro não foi registrada nenhuma precipitação. Ontem, 14 de novembro, foram registradas uma precipitação de 16,4 mm. Para os sertanejos a ocorrência dessas trovoadas, traz esperança para toda região, principalmente para os animais que vem sofrendo com a falta de água. 

2 comentários:

Edicleidson disse...

olá, gostaria de falar com o responsável pelo blog, estamos com um trabalho parecido na cidade de Cedro-PE, nosso email sospirapora@gmail.com ou nosso FACE https://www.facebook.com/Projeto-SOS-Pirapora-134460343834138/?notif_id=1511343011565007&notif_t=page_admin

Anônimo disse...

De partir o coração! Obrigada por compartilhar.