Busca no Blog

Carregando...

sábado, 3 de março de 2012

O transporte das cisternas de plástico para as comunidades

As fotos

Nestas fotografias podemos observar o transporte de cisternas de plástico. As fotografias foram obtidas  no município de Petrolina, PE.





Os fatos

A fábrica de cisternas implantada em Petrolina, PE que foi inaugurada no mês de janeiro de 2012 está com uma produção estimada de 50 cisternas por dia.  Com essa produção, acredita-se que o governo possa alcançar a meta de implantar em dois anos 750 mil cisternas e concluir o Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC) que até o momento só consegui construir 459.070 cisternas de placas em mais de 10 anos de atuação do programa. A primeira cisterna deste novo modelo foi implantada no dia 13 de dezembro de 2011 na Comunidade de Sítio Caldeirão no município de Cedro, PE. A família beneficiada foi a da agricultora Lucilene Maria da Conceição.  A segunda cisterna de plástico foi instalada na Comunidade de Chapada da Serra Branca no município de Paulistana, PI no dia 28 de janeiro de 2012. A família beneficiada foi a da agricultora Maria Viana que aos 86 anos viu de perto um sonho realizado, uma cisterna para sua família ter água para beber. Esse tipo de cisterna faz parte do Programa Água para Todos, do governo Federal,  coordenado pelo Ministério da Integração Nacional, como parte do Plano Brasil Sem Miséria e conta com apoio dos Ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), do Ministério do Meio Ambiente (MMA), da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), do Banco do Nordeste (BNB) e da Fundação Banco do Brasil. Com a facilidade para produção, transporte e instalação dessas cisternas, acredita-se que as famílias que até então tinham ficado as margens das ações do P1MC coordenado pela ASA, podem finalmente sonhar com uma cisterna.

Nenhum comentário: